Background_Topo_Artigos_1280x500_007_mudança

Retrospective Self-Reports of Changes in Homosexual Orientation: A Consumer Survey of Conversion Therapy Clients

Auto-relato Retrospectivo de Mudanças na Orientação Homossexual: uma pesquisa com consumidores de clientes de terapia de conversão

Autor: Joseph Nicolosi, A. Dean Byrd, Richard W. Potts
Data Publicação: Junho de 2000
Idioma: Inglês
Título Original: Retrospective Self-Reports of Changes in Homosexual Orientation: A Consumer Survey of Conversion Therapy Clients
Link: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.2466/pr0.2000.86.3c.1071
Livre Tradução

Resumo:
Apresentamos os resultados de uma pesquisa com 882 homossexuais insatisfeitos, a quem questionamos sobre suas crenças em relação à terapia de conversão e a possibilidade de mudança na orientação sexual. Havia 70 perguntas fechadas na pesquisa e 5 perguntas abertas. Dos 882 participantes, 726 deles relataram ter recebido terapia de conversão de um terapeuta profissional ou de um conselheiro pastoral.

Dos participantes, 779 ou 89,7% consideravam-se “mais homossexuais que heterossexuais”, “quase exclusivamente homossexuais” ou “exclusivamente homossexuais” em sua orientação antes de receber terapia de conversão ou fazer esforços de auto-ajuda para mudar. Após receber terapia ou se envolver em autoajuda, 305 (35,1%) dos participantes continuaram a ver sua orientação dessa maneira.

Como um grupo, os participantes relataram reduções grandes e estatisticamente significativas na frequência de seus pensamentos e fantasias homossexuais que atribuíram à terapia de conversão ou à autoajuda. Eles também relataram grandes melhorias em seu bem-estar psicológico, interpessoal e espiritual. Essas respostas não podem, por várias razões, ser generalizadas além da amostra atual, mas as atitudes e idéias são úteis no desenvolvimento de hipóteses testáveis ​​para futuras pesquisas.